terça-feira, 23 de agosto de 2016

Retratinhos Minimalistas em Família

Os retratinhos minimalistas são prata da casa e multidisciplinares aqui no estúdio.
Uma leva deles está sendo preparada para estampar canecas personalizadas de clientes e amigos.

A primeira família saiu em tons de vermelho e já virou capa de facebook.


Para encomendar o seu entre em contato pelo E-mail.


...

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Mudar pode ser bom

Como todo profissional da área, ás vezes fico surpresa em como uma nova identidade visual ficou mais apurada e mais funcional e em outras muitas vezes  não gosto das mudanças e penso que a versão anterior era muuuuuuito melhor.




Mudar pode ser bom e não tão bom assim.
Pode até ser ruim.

Mas estar aberto a pensar de forma crítica e a receber mudanças necessárias é uma qualidade do empreendedorismo.


Ninguém quer mudanças radicais no logotipo da coca-cola, da gillette e da maisena.
O ser humano gosta de ter balizas, de ter aquelas coisas que nunca mudam, aquela ilusória sensação de estabilidade e segurança, sempre perto dos olhos.

Eu gosto do gerúndio em toda a parte, exceto nas ligações de call center.

Aqui no estúdio, ás vezes, temos clientes que topam jogar tudo no chão e começar do zero.
Na maioria das vezes, pequenas mudanças são bem vistas, bem quistas e até mesmo digeridas aos poucos.

Algumas vezes nenhuma mudança é permitida e tudo é vetorizado em moldes imaginários de ferro fundido.

Cada pessoa é diferente e o profissional de design gráfico que está começando a carreira agora vai roer muita unha e ter muita gastrite até entender isso.

Trabalhar com o subjetivo envolve conciliar diferentes pontos de vista e muitas vezes aceitar vistas de pontos.

Omeprazol na caixa d'agua e Ranitidina no squeeze enquanto a vida segue como gerúndio, infinitivo e advérbio.


...


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Árvore Genealógica ilustrada

Os retratinhos minimalistas já foram estampa de caneca, convite de festa, rótulos diversos e agora viraram árvore genealógica pro amogenealogia.


Existem muitos gráficos de linhagem mais bonitos e estilosos, mas esse é extremamente cute.

...

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Família

Essa arte foi encomendada para um quadro de porta de maternidade.
 

Tons neutros com uma paleta de vermelhos e roupas escolhidas pela mamãe.

...

terça-feira, 19 de julho de 2016

Kodomo Mangá

Um pouco de kodomo mangá aqui no estúdio.


Para ser fiel a tradição do mangá japonês, ilustrações feitas com nanquim bico de pena e carimbadas com um hanko vindo lá de Nihon.

...

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Biblioteca Livre Coqueiral


Por aqui no estúdio, pousou uma corujinha que nasceu no grafite da apcavalari e virou vetor para um projeto social.




A parceria rendeu o logotipo do projeto Biblioteca Livre em Coqueiral com as tipologias Libre Baskerville e Playball.


...

terça-feira, 12 de julho de 2016

Pixaim, plágio e considerações sobre registro de marca.

Por aqui chegou um e-mail desesperado de uma cliente relatando uma batalha contra o plágio.

O logotipo dela surgiu no primeiro ano do estúdio, em 2008.
O projeto ainda está fresco na memória porque a proposta era minimalista e étnica, duas coisas que infelizmente, raramente andam juntas.



O logotipo da Pixaim foi extremamente divertido de fazer e a dona da marca acompanhou cada etapa do processo. Ela queria uma silhueta com cabelo black power e uma flor para arrematar.

A flor foi inspirada nas espécies Dimorphotheca e Osteospermum (ambas popularmente conhecidas como margarida africana) e cada voltinha desse cabelo foi moldada no coreldraw (na época a versão era a 11).

De uns tempos pra cá, a Sandra viu o logotipo dela viralizar em blogs e sites de beleza afro e teve muita dor de cabeça com designers alegando que a imagem era de uso livre. (Não, a imagem não é de uso livre ou de banco de venda de vetores e sim, há documentação extensa de propriedade intelectual).

Isso tudo levanta a interessante questão do registro das marcas.

Alguns clientes do estúdio registram e outros optam por manter seu logotipo e identidade visual de modo informal. Para nós, a decisão é do cliente e não há venda casada.

Mas muita gente lança a pergunta: Vale a pena registrar sua marca?
A resposta mais honesta é: Sim, evita muita coisa, mas não... Não garante que não vá rolar dor de cabeça, como no caso da Sandra.


Para saber mais sobre registro de marcas, direto da fonte, acesse o site do INPI.

...


Info: O logotipo da Pixaim, com comprovação documentada, foi criado em 2008 pelo estúdio. 
Reprodução e uso proibidos sem a permissão da dona da marca.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Cartão de visita apcavalari

Cartão de visita bicolor com cantos arredondados para a apcavalari.



Com fundo das aquarelas da artista: Simplesmente arte.

...